Programas visam preservar Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) da Plantar

25/07/2012

As Áreas de Alto Valor de Conservação – AAVC, são aquelas que possuem importantes atributos do ponto de vista socioambiental. Com o objetivo de desenvolver uma série de ações para preservar as áreas de vegetação nativa das AAVC nas Unidades de Serviço da Plantar, e proporcionar benefícios para o meio ambiente e para todos aqueles que dele necessitam, é que foram implantados nessas unidades quatro programas especiais.

Caracterização das Áreas de Alto Valor de Conservação da Plantar

São consideradas de alto valor de conservação áreas que possuem valor biológico, ecológico, social e cultural considerado notavelmente significativo ou de extrema importância em nível nacional, regional ou até global. No caso da Plantar, foram identificadas e selecionadas para os programas, três áreas – as reserva do Meleiro, Jacaré e Tamanduá – localizadas respectivamente nos municípios mineiros de Curvelo, Felixlândia e Morada Nova de Minas.

Diversas espécies de repteis e pássaros foram encontrados nas AAVC da Plantar, e ainda o famoso Macaco Guariba, além de várias nascentes e áreas alagadas com patos nativos.

Veja agora, como se caracteriza cada um dos programas de proteção das AAVCs desenvolvidos pela Plantar

  • Projeto de Educação Ambiental tem como objetivo promover espaços de conscientização ambiental para o público que direta ou indiretamente tem relação com as Áreas de Alto Valor de Conservação. As principais ações para atingir esse objetivo são: realização de atividades de educação ambiental com o público infanto-juvenil de escolas locais; Instalação de placas informativas sobre a importância da AAVC para a comunidade local; elaboração e distribuição de material educativo nas escolas locais e nas comunidades vizinhas; cursos e/ou palestras para professores da rede pública local de Curvelo, Felixlândia e Morada Nova de Minas.
  • Projeto de Controle e Prevenção de Incêndios Florestais tem como objetivo implementar ações eficazes de prevenção e de controle de incêndios nas áreas das AAVC e seu entorno. As principais ações desenvolvidas por esse projeto são: treinamento constante das equipes de brigadistas; melhoria constante na estrutura de combate a incêndios florestais com objetivo de reduzir a ação do fogo e os impactos negativos sobre a biota; desenvolvimento de campanhas educativas junto aos proprietários vizinhos e nas escolas; consolidação de parcerias e envolvimento de entidades e instituições diversas como o IEF, Polícia Florestal e sindicatos rurais; realização periódica de manutenção de aceiros internos e externos nas AAVC das UNISEs.
  • Projeto de Proteção das AAVC visa proteger por meio do cercamento das AAVCs a fim de evitar a presença de animais domesticados como bovinos e equinos, além de restringir a ação de caçadores nas áreas. As principais ações desse projeto são: manutenção constante das cercas que margeiam as Florestas de Alto Valor de Conservação e que fazem divisas com agricultores e criadores de bovinos e equinos; estruturação de cronograma de monitoramento constante nas áreas da AAVC por meio de rondas frequentes dos monitores florestais.
  • Projeto de Controle de Espécies Exóticas tem por objetivo desenvolver ações para controlar e eliminar espécies vegetais exóticas que ocorrem nas Áreas de Alto Valor de Conservação. As principais ações desse projeto são: Levantamento de todas as espécies exóticas invasoras dentro das AAVC; eliminação dessas espécies por roçada ou corte manual sempre que sua densidade atingir níveis que impeçam o desenvolvimento da flora nativa local. Esse trabalho deve ocorrer até sua completa eliminação na área e sendo feito de modo a causar o mínimo impacto ambiental na AAVC.

NEWS